Thursday, April 16, 2009

Pequeno Anjo

Com que sonhas, pequeno anjo,
Nessa cama deitada?
Com que sonhas, pequeno anjo,
Frágil e adoentada?

Sonhas com príncipes e donzelas
Das histórias de encantar?
Ou com as dores deste mundo,
Que teimam em não acabar?

Nessa cama repousas,
Com a tua asa quebrada.
Mesmo assim a tua pele brilha
Como pérolas encantadas.

Aqui sofro, em silencio,
Para não te acordar.
Meu coração te pertence.
Minha alma te quer guardar.

Os teus lindos olhos
Trazem lágrimas aos meus.
Hoje, o Céu está um caos,
Pois o seu anjo mais lindo perdeu.

Mas não desesperes, pequeno anjo,
Em breve voltarás a voar,
Pois não há momento em que este coração
Em ti não esteja a pensar.

E no mais longínquo recanto dos céus,
Ou onde esteja o teu sorriso,
Meu pensamento está em ti,
Meu pedaço de Paraíso.

3 comments:

Qel said...

«E no mais longínquo recanto dos céus,
Ou onde esteja o teu sorriso,
Meu pensamento está em ti,
Meu pedaço de Paraíso».
Tanta ternura, nota-se que veio direitinho do coração.
P.s.-a escolha para a música de fundo deste blog não podia ser melhor (;
*

x Inês ( ? ) said...

Gostei tanto João ;)

Nídia said...

OPÁÁÁÁÁ!!!!
Tá mesmo lindo! =D
Continua com esta óptima onda de inspiração...
Deste-me ideias para a minha história! Muito obrigada!
Beijos!