Monday, May 4, 2009

Sonho

Tomo-te nos meus braços,
Minha pele toca na tua.
Ao ouvido sussurras-me:
"Tu és minha, e eu sou tua."

Os lábios tocam-se.
As mãos unem-se.
Os corações ligam-se.
As almas fundem-se.

Desde o dia mais iluminado
Ao canto mais escuro,
Não importa onde é dado
O beijo mais puro.

Teu peito encostado ao meu,
Teus braços a volta do meu pescoço.
Neste momento divino
Não há dor, não há esforço.

Pousas tua cabeça no meu ombro.
A tua pele ganha uma cor viva.
Para mim, o mundo já não é a preto e branco,
Pois tu saras-te a minha maior ferida.

As nuvens negras do meu coração
Começam-se a afastar.
Foste tu, meu raio de sol,
Que trouxeste luz a este lugar.

1 comment:

x Inês ( ? ) said...

João , tens uma gralha : "Tu és minha, e eu sou tua."

De resto , adorei .